Descartando velhas teorias

Descartando velhas teorias

Quem já participou de um treinamento meu sabe que, em determinado momento, eu aponto teorias que, embora muito utilizadas por vendedores e gestores, não ajudam em nada na produtividade.  

“Nunca te vi na vida e não sei do que tu estás falando, Pancinha”.

Tudo bem, mas presta atenção igual, porque o fato de você nunca ter ouvido falar na teoria francesa de jaque ou na teoria de noé, não significa que você não as utilize sem saber.

Pensando nisso, decidi esclarecer rapidamente cada uma das teorias, para que você as tire de uma vez por todas da sua rotina de vendas.

Teoria do Caos – Quantas vezes nos deparamos com situações, aparentemente, tão complexas nas operações e, ao invés de enfrentá-las, optamos por desistir? O caminho pode ser mais fácil, mas, e se a situação ocorrer novamente, até quando você ficará alterando outras coisas para não desfazer a complexidade? Enfrente!

Teoria Autorrealizável – Coloque uma coisa na sua cabeça: nenhum problema se resolve sozinho. Muitas vezes, deixamos um problema de lado, esperando que ele se autorrealize. “Um dia vai aparecer a solução”, esse é o pensamento médio de muito gestor. Não espere milagres, não seja essa pessoa!

Teoria Francesa de Jaque – “Já que sempre foi assim, vamos seguir fazendo assim”. E, desta forma, você não cresce e não gera novos resultados. INOVE!

Teoria de Noé – Quando aquele cliente que custamos a conquistar nos traz um problema, como reagimos? Ninguém gosta de problema, eu sei, mas dizer para o cliente “Noé comigo”, definitivamente, não é uma boa solução. Alguém vai resolver e se este alguém não for você, perde-se um cliente e uma boa oportunidade de aprendizado.

Repense suas atitudes e descarte suas teorias.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

Fechar Menu